Apoiadora de Bolsonaro fica fora de lista tríplice para reitoria da Ufes

Resumo dos jornais desta sexta-feira (06)

De fora. A professora Surama Freitas, alinhada ao presidente Bolsonaro, recebeu apenas um voto do Colégio Eleitoral da Ufes e ficou fora da lista tríplice a ser enviada ao MEC. Quem encabeça a lista é a atual vice-reitora, Ethel Leonor Maciel, com 26 votos, seguida por Paulo Sérgio de Paula Vargas e Rogério Faleiros, ambos com 16 votos cada. (Gazeta)

Mais poderes. Passada a confusa eleição da Assembleia Legislativa, o governador Renato Casagrande resolveu dar mais poderes ao chefe da Casa Civil. Principal articulador político, Davi Diniz agora cuida também da exoneração de servidores comissionados e dos que abandonam o cargo, tarefa que estava com a Secretaria de Governo. (Coluna Leonel Ximenes, Gazeta)

Aliás, foi Diniz quem ficou com a missão de comunicar a Enivaldo dos Anjos que o deputado não seria mais líder do Governo na Assembleia. Agora, luta para mantê-lo na base. “Sempre defendeu o governo de forma brilhante e, por meio dele, todas as matérias foram aprovadas”, afirmou o chefe da Casa Civil. (Coluna Plenário, Tribuna)

Eleição. O que a crise da Assembleia tem a ver com a eleição em Vitória? Deputados como Vandinho Leite e Enivaldo dos Anjos, aliados de Erick Musso e Amaro Neto, passaram a bater de frente com o prefeito Luciano Rezende, seu candidato Fabrício Gandini e o Cidadania, partido aliado ao PSB de Casagrande. (Coluna Vitor Vogas, Gazeta)

Climão. Um dia após renúncia coletiva da chapa eleita para a Mesa Diretora da Assembleia, o clima ainda é de “ressaca”. A maioria dos deputados, inclusive o presidente da Casa, Erick Musso, preferiu permanecer em silêncio sobre a decisão. (Gazeta)

Em Vitória, a Prefeitura liberou R$ 600 mil para a Câmara de Vereadores, valor abaixo dos R$ 2 milhões solicitados inicialmente. O presidente da Câmara, Cleber Felix, respondeu, por nota, que o repasse “não representa o solicitado”. (Gazeta)

Anticrime. Com a retirada de pontos polêmicos do Pacote Anticrime, como o excludente de ilicitude, todos os oito deputados federais capixabas presentes em Plenário votaram a favor do texto. Helder Salomão e Sergio Vidigal não participaram da sessão. (Gazeta)

Ficou. O novo partido do presidente Bolsonaro, Aliança pelo Brasil, não contará com a única deputada do PSL capixaba, Soraya Manato. Eleita na “onda Bolsonaro”, ela garantiu apoio ao Governo. (Agência Congresso)

Sem praia. O céu nublado prova que uma nova frente fria chegou ao Estado, baixando as temperaturas. Há possibilidade de chuva com trovoadas e rajadas de vento nas regiões da Grande Vitória, Sul e Serrana. (Gazeta)

Sem churrasco. A carne virou artigo de luxo no carrinho de supermercado dos capixabas. Levantamento do Dieese mostrou que o preço da carne de boi de primeira teve aumento de 19,4% em outubro em Vitória, a maior alta do país. (Gazeta)


Obrigado pela leitura. Tenha um bom final de semana!

Rafael Porto,
rafaelporto.com

Em Suma. O Espírito Santo em Resumo.
LinkedIn | Instagram | WhatsApp | PicPay

Loading more posts…